RESENHA: GREED (THE SEVEN DEADLY) – FISHER AMELIE.

GREED-1

 

  • Páginas: 377;
  • ISBN: 9780988812543
  • Autor: Fisher Amelie.
  • Data de Publicação: 01 de Outubro de 2013;
  • Gênero: Young Adult;
  • Idioma Original: Língua Inglesa.
  • Formato: E-book;
  • Classificação: 4.5/5 estrelas.
  • Você encontra na Amazon.

SINOPSE:

Aproxime-se, amor, porque eu quero você. Eu quero o que você tem, eu quero o que você não tem, eu quero mais do que eu já tenho. Eu quero. Mas se você pedir algo em troca, vá em frente e vá embora. Saiba que se você quiser jogar no meu mundo, é cada um por si e os fracos se tornam meus. Sanguessugas serão obliterados porque eu faço de tudo para destruí-los. Eu protejo o que é meu e levo o que é seu… porque é isso o que eu faço. Eu quero.
Minha história não vai melhorar minha imagem para você e, francamente, eu não poderia me importar menos com isso, porque eu estou nessa pelo dinheiro e nada mais. Não há nada redentor sobre mim. Eu sou um idiota imoral, corrupto de Los Angeles com fome por dinheiro. Eu sou o pior pesadelo de cada homem e fantasia de cada mulher.
Eu sou Spencer Blackwell… E esta é a história de como eu fui do cara mais cobiçado do mundo para o cara que ninguém queria por perto e por que eu não trocaria isso por nada no mundo.

MINHAS CONSIDERAÇÕES:

greed capas

Ei pessoas, tudo bem com vocês? Espero que sim.

Eu já vim aqui falar sobre o livro VAIN da série THE SEVEN DEADLY, e hoje, nesse dia lindo e chuvoso, eu vim falar do segundo volume, GREED, ou Ganância, que é da mesma série.

Se Sophie Price, era uma vaca vaidosa, o que dizer sobre Spencer Blackwell?

Spencer Blackwell era um bastardo ganancioso.

Sim, isso exatamente: ‘era’. No passado.

Eu não odiei ele logo de cara como fiz com Sophie, eu realmente tinha ido com a cara dele no primeiro livro. Ele era realmente bom com Sophie, muito embora, ela não merecesse nenhum pouco. E ele gostando tanto dela não podia ser esse idiota completo.

Queria dizer que nas sinopses eles são meios exagerados ao descreverem eles mesmos. Parece tudo muito pior do que realmente é. Mas vamos lá.
Spencer faz chantagens no mundo empresarial. Ele faz isso a mando de seu pai. Alguém não quer fechar um contrato, o pai dele vai lá e manda ele forjar uma situação para chantagear a pessoa depois. Ele não necessariamente gosta disso, mas faz por causa do dinheiro e por que seu pai tem o controle de sua vida, assim como controla a vida de sua irmã mais nova e de sua mãe.

Os primeiros capítulos são baseados em toda a vida ostentosa e de merda que ele leva, onde o mais importante é o dinheiro, seguido de algum bláblábla para fazer a gente odiar o personagem.

“Estamos todos com muito medo do que todos ao nosso redor pensam que corremos o risco de levar nós mesmos ao desespero. É completamente estúpido. É absolutamente assustador. Mas é totalmente humano.”

Então, algo acontece a sua irmã Bridget, seu pai toma uma decisão repulsiva, e Spencer resolve tomar as rédeas da situação, já que sua mãe não fica ao lado deles.

Eles acabam indo parar, em uma fazenda, ‘aparentemente’ longe do domínio do pai. E lá é onde acontece seu ponto de virada.

Lá eles começam a fazer parte de um mundo completamente diferente do que eles já conheceram, eles vão passar a noite em um trailer e o dia ajudando na fazenda. A família Hunt, os recebe de braços abertos, sem questionamentos. E lá ele conhece Cricket, que é linda, doce, espertinha, faz esculturas e tem um namorado.

greed-book 2

“Ela era incrível. Ela era impressionante. Ela era, inegavelmente, a criatura mais fascinante que eu já tinha conhecido.”

Mas isso não impede Spencer de flertar com ela, começar a se apaixonar, ou ainda querer descobrir todos os segredos que ela esconde. Isso também não impede Cricket de se apaixonar por ele.

Logo, Spencer nota que o que prende Cricket a Ethan, é algo bem maior do que um simples relacionamento.

Aposto que todos vocês já ouviram aquela frase clichê ou um derivado dela: “Você desistiria do amor da sua vida?”

Mas, depois de ler esse livro eu pergunto a vocês: “Vocês desistiram do resto da vida de vocês para amar alguém?”

GREED, é tao bom quanto VAIN. A realidade do que faz os personagens sofrerem essa ‘mudança’ de vida, a despirem esses ‘defeitos’ que os tornam frios, é completamente diferente uma da outra: Sophie viu os horrores do que a guerra na África faz com as crianças; Spencer conheceu um outro tipo de horror (sim, eu não vou contar), mas na minha opinião é tão ruim quanto o primeiro.

Mas é como eu disse na resenha do primeiro livro, Amelie construiu personagens muito humanos. Eles cresceram com muitos privilégios sim, e isso fez com que o processo deles, ao passar por esse amadurecimento, fosse mais dramático. Faz com que os sentimentos deles pareçam amplificados.

Spencer vai aprender nesse livro que o dinheiro infelizmente não compra tudo, que nem sempre ele é o mais importante.

“Ela era a garota que poderia me fazer rolar com um sorriso. Ela era a garota que consumia os meus pensamentos e meu coração. Cricket Hunt era o meu destino.”

Mas ele não é o único a tirar algumas lições com tudo o que o aconteceu. Do mesmo modo que os Hunt mudaram a vida dele, ele vai mudar a vida dos Hunt para sempre, mudar a vida da própria família e invocar alguns sentimentos bem diferentes de amor.

O que nos leva ao próximo livro e ao próximo pecado (Há! Ok, eu sei que isso foi spoiler, mas segurem esses forninhos aí!), onde eu nem li o livro e já odeio o personagem principal 😉

Eu não deveria contar isso, levando em consideração que eu dei a mesma classificação para os dois, mas eu gostei tão mais desse livro. Sério, galera, nem todo mundo vai amadurecer lá na África, ficar comparando nesse aspecto é besteira.

greed book

Fisher Amelie sua deusa do cabelo colorido, a gente tem tudo para virar melhores amigas. Continue por favor me fazendo odiar todos os seus personagens (pelo menos um pouco), para depois me apaixonar por eles ❤

The Seven Deadly é uma série composta por sete livros, com três já publicados. Você pode ler cada livro separadamente, mas eu indicaria ler a série completa.

Enfim, super recomendo, leiam ❤

Anúncios

2 comentários sobre “RESENHA: GREED (THE SEVEN DEADLY) – FISHER AMELIE.

    • Carolina disse:

      kkk o livro da Sophie é lindo, mas aquele tipo de sofrimento dela lá na África não dá pra ficar muito feliz com o final não, prefiro os livros que me dão aquela iludida que só os vilões se dão mal no final e que as pessoas boas tem todo tipo de final feliz, enfim, sei lá hdushduh

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s