INFELICIDADES: DESEJOS DE ANO NOVO.

infelicidades-3

Toda virada de ano, nós costumamos fazer uma lista com diversas resoluções de ano novo. Eu nunca dei muita atenção para isso, até que no final do ano passado com uma virada de ano daquelas, eu abri o editor de notas do celular e comecei a digitar algumas coisas que eu queria para 2015. Resoluções de importância pessoal, resoluções banais e enfim, eu tinha uma lista.

Os fogos explodiram no céu, a gente com fome e as pizzarias estavam todas fechadas, passou um filme ruim na tv, passou o ano novo, passou o carnaval, também passou a memória do meu telefone e ele acabou formatado, assim como minha lista de resoluções.

Eu tenho para mim, que promessas de ano novo, são como aquelas dietas que começam na segunda e terminam na terça. Você quer fazer uma dieta, quer se comprometer a fazer isso, comece hoje, agora mesmo, se comprometa já. O mesmo acontece com suas resoluções: comece a mudança hoje. Cada dia em que você acorda e o sol brilha lá fora, ou mesmo nos dias chuvosos, é uma nova chance, um novo começo, a chance que você recebe de mudar tudo o que te faz infeliz. E o hoje é um dia tão bom como qualquer outro para criar novas resoluções, novos planos, novos sonhos.

A verdade é que eu não me lembro das minhas resoluções, e não sei dizer se realizei alguma delas. Pra ser bem sincera, não tenho certeza se a maioria das pessoas cumpre o que promete ou o que se propõem a fazer ao longo do ano. E mesmo não me lembrando o que quer que seja que eu tenha prometido, me comprometido, ou ainda pedido, esse ano eu queria apenas agradecer.

Agradecer por todas as coisas boas ou ruins que me afetaram de alguma forma esse ano. Agradecer pelas novas experiências, mesmo que eu seja um pouco avessa à coisas novas. Agradecer pelas pequenas coisas. Agradecer pelas grandes coisas. Agradecer pelo que não deu certo e pelo que não saiu como eu queria. Agradecer por não duvidar de mim mesma. Agradecer por ter ajudado a colocar alguns sorrisos em rostos que mereciam. Agradecer por minha família, meus amigos. Agradecer por finalmente conhecer o mar e por ele ter me mostrado o quão pequena eu realmente sou diante de tanta imensidão. E finalmente agradecer pelo blog, que tem tão pouco tempo, mas já é tão importante para mim.

Agradecer.

É uma das primeiras coisas que nossos pais ensinam para gente. As famosas palavrinhas mágicas: “por favor e obrigado”. É engraçado como as pessoas crescem e começam a se esquecer disso. Ficamos adultos e tudo é sempre muito corrido. Nunca temos tempo para as pequenas coisas, e a gratidão sincera, ou mesmo aquela educada é deixada de lado.

E pra 2016, eu não tenho uma lista de resoluções, pedidos, metas e afins, mas desejo sinceramente que para o próximo ano, as pessoas possam ser mais agradecidas, mais sinceras e acima de tudo, mais humanas.

Vocês sabem, existe aquela frase clichê, ou talvez seja um slogan de alguma propaganda, eu não me lembro, mas ela é muito psicologicamente auto ajuda e diz assim: “A mudança começa em você.” E é isso que eu desejo para todos vocês, não só para o novo ano que se aproxima, mas para vida: Seja sua própria resolução de ano novo.

E, não comam lasanha todos os dias esperando emagrecer 😉


E é isso aí pessoas, eu volteeei! O estilo de vida eremita saiu de mim (pelo menos, por enquanto). Não se perguntem muito o porque de eu ter feito um post sobre o Ano Novo, na semana de Natal, eu mesma, não sei muito bem. Tenho umas resenhas para postar, livros para indicar, mas eu realmente queria falar sobre como a gente costuma não agradecer muito, principalmente pelas pequenas coisas. Eu escrevi alguns posts antes desse, sobre como eu queria bater a cabeça na parede por ficar sem telefone e internet, sobre como eu quase virei animadora de festa infantil na semana passada e me vesti de Minnie, ou ainda sobre como eu queria dar um oizinho pro mar virar as costas e voltar pra casa, mas nada disso me pareceu relevante. Não que qualquer coisa que eu diga seja. Enfim, como vocês estão? Tudo certinho? Todo mundo pronto pras festas? Bom, eu senti saudades e quase fiquei louca, mas fora isso, tudo certo. E por último antes de ficar mais chata que o normal, eu queria agradecer a vocês pessoas, que acompanham o blog e me fazem muito feliz. Muitíssimo obrigada, de coração ❤

Que 2016, seja um ano repleto de sonhos realizados, que vocês consigam ser quem vocês desejarem, que se encontrem, que amem muito, mas que se amem mais. Que esse seja o ano de suas vidas e que vocês o vivam da melhor forma.

Cuidem-se.

Anúncios

9 comentários sobre “INFELICIDADES: DESEJOS DE ANO NOVO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s