RESENHA: GRAYSON’S VOW – MIA SHERIDAN.

grayson's vow capa

  • Páginas: 319;
  • ISBN: 9781517162528;
  • Autor: Mia Sheridan;
  • Data de Publicação: 10 de Setembro de 2015;
  • Gênero: New Adult;
  • Idioma Original: Língua Inglesa.
  • Formato: E-book;
  • Classificação: 4.5/5 estrelas
  • Você encontra na Amazon;

SINOPSE:

Kira Dellaire está desesperada.

Alguns desafios da vida parecem muito difíceis de superar. Com pouco dinheiro e ainda menos opções, a moça de vinte e dois anos de idade vibrante e de raciocínio rápido precisa reinventar-se. Conhecida por seu generoso coração e personalidade impulsiva, ela inventa um plano de sobrevivência e, possivelmente, sua ideia mais ultrajante.

Grayson Hawthorn está perdendo a esperança.

Alguns obstáculos da vida parecem muito difíceis de superar. Traição definitivamente é um deles. Com capital limitado e escassez de recursos, ele está tentando ressuscitar o vinhedo falido de sua família, um voto auto-imposto, aparentemente destinado ao fracasso. Isso é, até que uma jovem mulher entra em seu escritório com uma estranha e inesperada proposta, impossível de recusar.

O que começou como um acordo de negócios temporário logo torna-se algo mais, quando a alegre e espirituosa Kira desafia o arrogante Grayson a querer algo mais da vida. Querer algo mais para si mesmo. Mas, quando suas vontades entram em conflito e a paixão ardente inflama, eles vão perceber que, às vezes, o passado cria muros muito difíceis de escalar, e que mentiras e enganos raramente precedem um felizes para sempre.

Enquanto Kira e Grayson correm em direção a seu destino, vão descobrir que algumas promessas são feitas para serem quebradas, e que por outras vale a pena arriscar tudo… até mesmo seu próprio coração.

MINHAS CONSIDERAÇÕES:

GRAYSON'S VOW_

Tenho que admitir que andava meio decepcionada com dona Mia depois de me sentir totalmente enrolada em Becoming Calder. Também depois de Stinger e Archer não tinha como não criar uma baita expectativa em relação aos próximos livros. Então veio Becoming Calder e a descoberta de uma continuação mas enrolada ainda.

Não estou dizendo que o enredo não é bom nem nada, porque é sim, mas achei muita coisa desnecessária.

O que me levou a ler Grayson’s Vow foi a descoberta brilhante e pouco atenciosa de que aquele era o livro de Libra.

Eu sei, motivos errados e tudo o mais, porém a citação que dava inicio ao livro era inspiradora:

“Mesmo uma vida feliz não pode existir sem um pouco de escuridão, e a felicidade perderia a razão de ser, se não existisse tristeza” .

                                                                                                             Carl Jung.

A Kira é louca.
(Ano vai e ano vem, e eu continuo com minhas descrições muito promissoras sobre os personagens).

Posso dizer com toda certeza de que ela é uma das minhas personagens favoritas. Ela sofreu pra caramba, mas não se deixou abater. Ela é forte, espirituosa, faz a melhores listas de prós e contras, e tem as melhores piores ideias de todas. E é numa situação pouco favorável a ela que surge uma dessas ideias mirabolantes. E Grayson acaba sendo a pessoa perfeita para compartilhar dessa ideia já que ele parece desesperado e, acabou sendo vítima de uma das armações de seu pai.

Eu amei Kira logo de cara.

grayson

Já Grayson, nem tanto.

Grayson, é um pouco de um idiota.

As coisas não foram muito fáceis pra ele. O pai nunca foi muito bom para ele, a madrasta, menos ainda. E a namorada dele casou-se com seu irmão, enquanto ele estava na prisão. Ele se sente traído e sem esperanças de recuperar a única coisa importante que seu pai deixou pra ele e que ele fez um voto de salvar: Hawthorn Vineyard.

Então, Kira aparece com uma proposta louca e pouco decente, mas irrecusável que pode salvar tudo o que ele está lutando tanto para conseguir.

Eu não fui muito com a cara dele no inicio. Tudo bem que ele não teve muito amor dos pais, passou por alguns perrengues, mas Kira veio de um relacionamento terrível com seu ex namorado e com seu pai figurão abusivo e nem por isso ficou lá sentindo pena de si mesma. Ele ainda teve o apoio e amor de seus empregados que o tratavam como se ele fosse seu próprio filho, fazendo tudo o que podiam para minimizar os danos causados por seu pai. Então, basicamente, ele era assim porque? Porque ele só via e ouvia o que queria.

Grayson foi rude com Kira desde o inicio, falou coisas horríveis e se aproveitou de suas fraquezas e inseguranças em vários momentos, eu só queria entrar lá e mandar ele crescer, porque sinceramente.

Ele é um daqueles mocinhos que eu fiquei desejando que tivesse que rastejar muito pra conseguir a mocinha de volta.

Porém, ele acabou cedendo aos encantos da bruxinha.

O VOTO DE GRAYSON

Não. Ela não é realmente uma bruxa. Mas ele a apelidou de bruxinha, por se sentir enfeitiçado por ela, assim com, ela o apelidou de Dragão. Nas palavras dela: “Um dragão bestial, crítico e cuspidor de fogo”.  Já que ele era tão rude o tempo todo.

Mas como todos sabemos, nem sempre o amor é o suficiente. Principalmente, com tantas mentiras, segredos, armações, erros de julgamento, votos a serem refeitos e pessoas para perdoar, envolvidas.

Grayson’s Vow  foi minha última leitura de 2015, e acho que não poderia ter escolhido um livro melhor para encerrar o ano, ou uma resenha melhor para começar 2016.

Apesar dos conflitos, é um livro leve, bem humorado, com bons personagens, um enredo incrível e um personagem com o sobrenome Potter (como o bruxo, ele diria), não que isso seja importante, mas é bom pra ressaltar que dona Mia tem bom gosto pra leitura.

O VOTO DE GRAYSON 2

Tenho que confessar que ainda não consegui descobrir qual a relação do signos com os livros, talvez eu seja a única pessoa no mundo que ou foi lerda demais, ou não prestou tanta atenção assim enquanto lia (ok, sem aquelas piadas de “é claro que você é a única pessoa”, por favor). Mas 2016, ta aí com outros livros da dona Mia, e muito tempo pra eu pensar sobre isso.

Então, é isso, se você está procurando um livro leve, com uma mocinha bem humorada, inteligente e que é a sua própria heroína. Um mocinho lindo, com temperamento ruim, e que precisa aprender a amar. A melhor e mais sábia governanta de todo o universo literário. Um típico mordomo inglês. Bruxas, dragões, cachorros fofos, e aprender mais sobre vinhos, então, esse é o livro certo pra você.

Com direito a asas de dragão e tudo.

“Hoje pode ser um dia muito ruim, mas amanhã pode ser o melhor dia da sua vida. Você apenas tem que aguentar até chegar lá.”

CONHEÇA TAMBÉM OUTROS VOLUMES DA SÉRIE SINGS OF LOVE:

SERIE SIGNOS DO AMOR

Os direitos da série foram adquiridos pela editora Arqueiro e alguns volumes já foram lançados no Brasil.



E aí pessoas, tudo certinho? Como passaram de Ano Novo? Espero que a regressiva de vocês tenha sido tão sincronizada como a minha, que vocês tenham pulado todas as sete ondinhas e qualquer outra coisa em que acreditem. Queria reforçar meu Feliz 2016, que ele seja realmente maravilhoso e que possamos continuar a crescer juntos.

Enfim, é isso.

Cuidem-se vocês.

Beijos ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s