RESENHA: BRIGHT SIDE – KIM HOLDEN.

capa bright side

 

  • Páginas: 423;
  • ISBN: 9780991140220;
  • Autor: Kim Holden;
  • Data de Publicação: 4 de Julho de 2014;
  • Gênero: New Adult;
  • Idioma Original: Língua Inglesa.
  • Formato: E-book;
  • Classificação: 5/5 estrelas
  • Você encontra na Amazon;

SINOPSE:

Segredos.
Todo mundo tem um.
Alguns são maiores do que outros.
E quando segredos são revelados,
Alguns vão te curar…
E alguns vão acabar com você.
A vida de Kate Sedgwick tem sido tudo menos típica. Ela suportou sofrimento e tragédia, mas ao longo de tudo ela continua sendo feliz e otimista (há uma razão para seu melhor amigo Gus chamá-la o lado bom). Kate é de temperamento forte, engraçada, inteligente e musicalmente muito bem dotada. Ela também nunca acreditou em amor. Então, quando Kate deixa San Diego para frequentar à faculdade na pequena cidade de Grant, Minnesota, a última coisa que espera é se apaixonar por Keller Banks.
Ambos sentem.
Mas cada um tem um motivo para combatê-la.
Cada um tem um segredo.
E quando segredos são revelados,
Alguns vão te curar…
E alguns vão acabar com você.

MINHAS CONSIDERAÇÕES:

bright side1

ÉPICO.

Na sua opinião, o que faz com que um livro seja bom?

O que uma história tem que ter para prender sua atenção? Uma capa bonita, talvez? Um título inteligente, ou exótico? Tem que ser uma história triste ou de humor? Extremamente romântica ou com um romance como pano de fundo? Ele deve estar em primeira pessoa ou terceira? Eu particularmente não sou muito fã de histórias na terceira pessoa, é apenas um pouco estranho, na minha opinião. Mas isso não quer dizer que alguns dos melhores livros que li, tenham estado sempre em primeira pessoa, longe disso.

Para mim o fator emoção, é muito importante. Eu tenho que absorver algo do livro. Alguma lição, algum conhecimento, aquela vontade, depois de conhecer um personagem realmente impressionante, de querer ser alguém melhor, fazer coisas grandes, nem que na realidade elas sejam pequenas aos olhos dos outros.

E Bright Side, está cheio dessas pequenas coisas gigantes.

Eu geralmente passo muito longe dos livros que exalam mau presságio e/ou acontecimentos bombásticos e irreparáveis. Quer dizer eu tento passar longe. Como eu era antes de você; A culpa é das Estrelas; Cante para eu dormir; Where One Goes; His Eyes; Quem é você Alaska; Nicholas Sparks; É tudo uma extensa lista de livros que eu jurei que não iria pôr meus olhos e fui lá e li.

Bright Side.

Eu tinha tanta coisa pra falar sobre o livro, mas eu só não consigo organizar todos os meu pensamentos, então esse post pode ser um pouco confuso.

Eu vi um spoiler do livro. Eu vi comentários sobre o livro. Eu li “esse é um dos livros mais tristes que eu já li“, eu li a sinopse do livro, eu vi avisos gritantes pra me manter longe e o que foi que eu fiz? Isso mesmo, eu fui lá e li.

Eu deveria ter aprendido minha lição com Black Lies e ter um pouco mais de confiança em comentários e sinopses, mas aparentemente, eu prefiro ignorar tudo isso.

Bright Side, ou Kate Sedgwick é uma das personagens mais fortes e mais divertidas que eu tive o prazer de conhecer.

Bright Side é tóxico.

Do melhor tipo.

E do tipo: só leia uma vez, porque ele acabou comigo.

Ele quebrou meu coração, como em, ele realmente quebrou, ou pelo menos, chegou muito perto.

Me deixou inquieta e irritada. Eu li ele em dois dias e no espaço de tempo em que eu não podia terminar a história eu fiquei insuportável. Eu só conseguia pensar nele e em como eu não queria terminar essa leitura, ou ainda como gostaria de não ter começado.

Dizer que eu acabei ficando envolvida com a história é eufemismo.

Kate é uma garota da Califórnia, bonita, inteligente, boa amiga, boa irmã, com um bom humor e coração de tamanhos infinitos. Ela vai para faculdade longe de casa, para estudar Educação Especial. Seu melhor amigo, Gustov Hawthorne, ou Gus, a chama de Bright Side, porque embora ela tenha passado por todo tipo de coisa ela nunca parece pessimista, ou desanimada.

Eu sinceramente era #TeamGus no inicio do livro, porque afinal de contas, amor entre melhores amigos é ótimo enredo, e eles tem o melhor tipo de ligação, além é claro, de ele ser um rockstar. Mas eu sabia que ele não era o mocinho da história e ficava pensando que não teria como ela ficar com outro cara no final do livro porque o amor que Gus sentia por ela era um pouco óbvio.

A história vai se desenrolando e vamos conhecendo um pouco mais dos detalhes da vida de Kate, como por exemplo: ela tem uma irmã, Grace. Ela pensa ou cita ela várias vezes, mas nunca realmente fala com ela. Também ficamos sabendo sobre a morte da mãe dela e que ela tinha alguns problemas, mas ela nunca chega realmente a entrar em detalhes.

Então, temos Keller Banks, o misterioso cara da loja de café, que possivelmente tem uma namorada em Chicago, e que sente uma conexão instantânea com Kate. E que também provou que eu estava errada ao supor que não poderia surgir na história um cara tão bom para Kate, como Gus.

Alguns segredos são revelados ao longo da história, e tudo isso me fez querer ser #TeamGus e #TeamKeller, tudo ao mesmo tempo, mas, porém  e entretanto, eu estava muito desconfiada de todos esses segredos bem tristes. O problema é que eles eram todos bem tristes, mas não tristes o suficiente, então eu sabia o que ia acontecer.

BRIGT SIDE - RESENHADEONTEM

Vejam bem, Kate não namora. Ela deixa claro que algumas pessoas encontram seu romance de conto de fadas, mas isso apenas não estava nas cartas para ela. Mas ela ama seus amigos loucamente, ela praticamente tomaria um tiro por eles. Então as coisas foram ficando um pouco mais claras no meio do livro, exatamente após ela descobrir qual o grande segredo de Keller.

Eu não sei como continuar sem revelar grandes spoilers (eu nunca sei), mas eu terminei esse livro com o coração em frangalhos e desejando ser uma pessoa melhor.

Eu não gostaria de ir no clichê e dizer que “a autora pareceu derramar seu coração naquela história” e que eu tenho certeza que não é apenas o melhor tipo de material triste para fins comerciais, mas eu não posso encontrar outra coisa.

Tipo, LEIAM ESSE LIVRO CARAMBA!

Porque o mundo todo não tá agora mesmo lendo ele?

Cadê as editoras brasileiras adquirindo os direitos desse livro que me deixou quase maluca?

Eu queria ser forte como a Bright Side, eu queria que existissem pessoas com o discernimento dessa personagem, eu queria ser tão boa amiga como ela foi para Clayton, Pete, Shel, Gus, Keller ou até mesmo sua colega de quarto estúpida, Sugar e sua tia idiota, Maddie.

Mas Deus do céu, eu não queria que Keller tivesse sofrido tanto, é apenas triste.

Ok, não tirem conclusões precipitadas sobre essa última declaração, eu só precisava dizer isso.

Bright Side, é emocionante, cativante, viciante e antes que eu arrume algum outro adjetivo que termine em ‘ante’, ele tem os melhores tipos de lição, faz você querer ser um amigo e um ser humano melhor, faz você repensar se ta dando valor em tudo o que tem, se você está agradecendo corretamente.

d297aa14c2e4d9777c641bf2eff58041

FAÇA ÉPICO.

Bright Side é um livro muito bem humorado com uma das heroínas mais fortes e é isso o que torna ele tão triste.

Bright Side é lindo e vai quebrar seu coração.

Mas vai valer totalmente à pena.



E aí personas lindas do meu coração, tudo certinho com vocês?

Eu fiquei um tempo sem internet e resolvi mergulhar na minha lista de leituras atrasadas, eu tenho pelo menos mais três ou quatro resenhas pra postar ainda, mas como eu fiquei louca com esse livro resolvi postar ele hoje também. Enfim, é isso.

Cuidem-se.

Paz ❤

Anúncios

9 comentários sobre “RESENHA: BRIGHT SIDE – KIM HOLDEN.

  1. Adriene disse:

    Eu acabei de ler o livro esta noite, e estou um pouco em luto por ter acabado. Um dos melhores livros que li, um dos que mais me emocionaram de todas as formas, eu ri horrores, me apaixonei (ok, também comecei como #teamGus e agora estou no #teamKeller), chorei mais ainda (estou com os olhos inchados até agora), estou “presa” a história como se fosse minha, mas principalmente esse livro me deixou o que muitos não deixaram… uma lição! Viver intensamente cada momento, fazer valer a pena o presente, ser forte (cara, como ela é), ser corajosa, fazer épico… são somente algumas delas.
    Leiam… vale a pena… é emocionante e lindo!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ana disse:

    Eu não sei por onde começar… eu acabei de ler ele agora e estou destruida, em pedaços e aos plantos! não to sabendo o que fazer com esse sentimento agora! Não sei mesmo! É MUITO amor é MUITO triste! Não sei mais o que falar! Só que quem não leu leia, É Épico ou faça Épico nem sei mais.

    Curtido por 1 pessoa

    • Carolina disse:

      Te entendo completamente kk falei que não ia ler ele novamente, mas comprei a edição brasileira e tô me dando vários discursos de coragem pra ler ele logo, ele é um dos melhores livros, mesmo sendo também um dos mais tristes, mas vale muito a pena ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s