RESENHA: TRÊS COISAS SOBRE VOCÊ – JULIE BUXBAUM.

Capa Tell me three thingsSINOPSE:

Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante…

MINHAS CONSIDERAÇÕES:

tell-me-three-things-fi

Páginas: 288 • Título Original: TELL ME THREE THINGS • ISBN:  9788580415483 • Autor: Julie Buxbaum • Data de Publicação: 5 de Abril de 2016 • Gênero: Young Adult • Idioma: Português• Formato: Físico • Editora: Arqueiro.

CLASSIFICAÇÃO: 5 ESTRELAS.

Eu estava doida para ler esse livro, acho que nem as continuações de Crepúsculo me deixaram tão ansiosa, quanto a espera para lê-lo.

Eu acompanhei toda a campanha de lançamento que a editora Arqueiro fez sobre o livro aqui no Brasil e tenho que admitir para vocês que toda aquela publicidade me pegou e eu não sou tão facilmente convencida por propagandas (a faculdade me deixou chata assim). Mas eles trabalharam tão bem o mistério do começo da trama que eu meio que não sabia o que esperar da história e acabei presa nela, mesmo antes de começar a ler.

Eu leio todos os tipos de livros, e a grande maioria deles me prende (porque sou teimosa e dificilmente desisto de um livro), mas se for para ser sincera, YA é com toda certeza, meu gênero favorito e escolha certa para me prender. E Três coisas sobre você, não me decepcionou nem um pouco.

A vida de Jessie está de pernas para o ar: Depois de pouco mais de dois anos da morte de sua mãe, seu pai apareceu com uma nova esposa, eles acabaram se mudando para outro estado, ela tem que lidar com uma nova escola, e não apenas qualquer escola, mas uma escola de elite, onde a maioria dos alunos é herdeiro de algum empresário figurão e para coroar tudo isso: alguém está mandando mensagens anônimas para ela.

Longe da melhor amiga e das pessoas que conheceu durante a maior parte de sua vida, ela é lançada em um mundo de sorrisos falsos e aparências, onde a maldade está escondida atrás de rostos bonitos, sempre com alguma intervenção cirúrgica e tratamentos faciais ou cosméticos de alguns milhares de dólares, envolvidos. Deslocada, sem amigos, porque até seu novo meio-irmão a ignora na escola, e depois de conseguir se envergonhar desde o primeiro momento, ela é atraída para aquele E-mail, que tem como remetente: Alguém Ninguém.

tres coisas sobre você 2

A pessoa por trás das mensagens acaba dando todos os tipos de dicas para a garota, desde como usar os cartões do refeitório, até perto de quem não se sentar e de quem se aproximar. E ao longo de muitas conversas, eles acabam criando uma espécie de tradição, onde a cada dia, compartilham três coisas sobre eles.

Mas fora do mundo virtual as coisas não estão melhores. Jessie está sendo alvo de bullying de algumas garotas. Ethan, o cara que está sempre usando uma camiseta do Batman, o garoto que todas as garotas parecem fazer fila, que mesmo com toda a atenção parece indiferente e distante, e que ela acabou presa em um trabalho da escola, parece achar que ela é uma idiota e ele acaba indo todo convencido para cima dela e dizendo que vai fazer o trabalho sozinho e que eles vão tirar dez.

Então pela primeira vez desde que chegou ela toma as rédeas da situação e enfrenta o garoto dizendo que não vai aceitar aquela situação e que ou eles fazem o trabalho juntos ou encontram outros parceiros para fazerem o trabalho. Ele perde um pouco do ar superior que paira sobre ele e finalmente fecha o livro que é praticamente uma extensão de seu corpo e realmente vê e ouve o que ela está dizendo.

Ao mesmo tempo em que Jessie está tentando encontrar um lugar naquela nova vida, amigas, um emprego, ela parece estar perdendo qualquer tipo de vínculo que tem com o passado, incluindo sua melhor amiga e seu pai. Além de estar se apaixonando por duas pessoas. Isso mesmo, Jessie tem sentimentos pelo cara (porque tem que ser um cara, não é? E não uma piada ruim), que envia mensagens para ela, mas não consegue parar de pensar em Ethan também. E o cara da internet pode ser qualquer um, inclusive uma das garotas que a odeia na escola.

13912907_1201249996594117_725808045367068322_n

Em uma viagem surpresa para ‘casa’, ou pelo menos onde ‘casa’, costumava ser, ela descobre que tudo mudou e que lá, também já não é seu lugar. Um pouco perdida, Jessie acaba encontrando em Alguém Ninguém, a pessoa mais próxima dela, a primeira que ela procura para tudo. Seu melhor amigo.

Mas não dá para continuar sem saber quem ele é de verdade.

Eu não sei se é porque eu fui uma adolescente muito perdida (ainda sou, perdida, não adolescente), mas eu fiquei muito presa na história de Jessie, na maneira em como ela procurava o lugar que pertencia, quando aparentemente tinha perdido tudo. As coisas que aconteceram com ela foram terríveis, a perda de uma pessoa querida, sempre é, e ela lidou com isso de uma forma muito madura, tomando conta das coisas em sua casa, durante o luto de seu pai ou suas muitas viagens de trabalho. Mas ela acabou tão perdida nas atitudes egoístas de seu pai, que ela acabou não percebendo, quão perdida nela mesma, ela estava. Como se só ela tivesse motivos para sofrer, como se sua madrasta, pai, meio-irmão, ou mesmo sua melhor amiga não estivessem passando pelo mesmo processo que ela. Tudo bem que eles não exatamente a fizeram se sentir tão bem acolhida, ou querida, mas ainda assim (ou eu é quem sou bobinha mesmo, enfim).

Desde o começo da trama eu tinha uma ideia de quem seria o cara misterioso, mas conforme a trama se desenrolava, eu estava tão perdida, quanto a Jessie, e não sabia de mais nada. Ela conhece alguns outros caras, começa a ver pequenas coisas sobre eles e assume que eles podem ser o seu Alguém Ninguém. E a coisa só piora, já que na hora de descobrir quem ele realmente é, todos os possíveis candidatos acabam juntos em frente a ela.

Acho que o que mais me atrai nesses livros, é a coisa toda de “não- finalidade” que a maioria deles parece ter, digo, nada precisa ser definitivo. As coisas sempre começam a se encaminhar, os personagens conseguem enxergar o caminho, mas existe essa coisa de que eles não precisam chegar lá agora. E sobre os relacionamentos também: eles vão lutar por seus amores, mas isso não precisa significar que vai ser para sempre, se for, melhor ainda, mas eles ainda são jovens e sempre fica essa janela de possibilidades. Eu amo isso.

E esse livro está cheio de pequenas janelas de possibilidades: a relação dela com o pai, a relação com a melhor amiga, com Ethan, com as coisas na escola, com o seu Alguém Ninguém, com a madrasta e seu meio-irmão. Não importa que rumo as coisas tomarem a gente sempre fica com a sensação de que tudo vai ficar bem e a autora conseguiu passar isso tão bem, que agora eu só quero ler todas as outras coisas que ela já escreveu ou ainda vai escrever na vida.

13339579_1151869891532128_4992480397814055999_n.png

Ela também escreveu O oposto do amor e Depois de você publicados pela Editora Rocco, leiam.

Então, é isso pessoas, Julie Buxbaum, arrasa! (E a Arqueiro também, sério, parem de lançar esses livros tão incríveis aqui no Brasil, porque eu tô toda pobre de marré deci e não vou dar conta nunca.)

Cuidem-se, vocês ❤

Anúncios

4 comentários sobre “RESENHA: TRÊS COISAS SOBRE VOCÊ – JULIE BUXBAUM.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s