INFELICIDADES: OLHA, SEU MOÇO, É APENAS O QUE EU FAÇO.

tumblr_inline_mxwoq5ccdw1sr6qy9

Olha, seu moço, a coisa toda é bem simples: o problema não é com você, é comigo.

Eu vou dizer isso de uma vez e espero que seus sentimentos, não sejam despedaçados no processo: NÃO, A GENTE NÃO VAI SER AMIGO.

E não tem nenhuma explicação complicada para isso, além do meu profundo desinteresse em conhecer você.

Ela foi simpática, riu nos momentos certos e falou com todo mundo. Eu fui sarcástica, debochada, mal-humorada e revirei meus olhos para qualquer tentativa de ser simpática com você.

Acredite em mim, quando eu digo, que de nós duas, eu sou a boa pessoa.

Pode não parecer, mas existe toda aquela coisa de yin e yang para explicar, e se mesmo assim você não entender, eu explico para você. Essa coisa toda de viver, está levando tudo de mim, o lado negro da força? Ele está ganhando, e com uma vantagem esmagadora. Eu lutei tudo o que pude, mas chega uma hora, em que apenas é muito.

Eu afastei todos os meus amigos, e eu não preciso de novos. Não foi uma limpeza no meu armário, ou um plano de purificação, deixar tudo o que me faz mal e qualquer outro blábláblá. É apenas o que eu faço, o que eu preciso fazer, para conseguir deixar a estrutura em pé.

Eu não sou interessante, não consigo manter uma conversa inteira sem causar constrangimento, não saio, não bebo, não tenho interesse em conhecer pessoas, não tenho mais entusiasmo para seguir com quaisquer planos, não sei mais lidar com a felicidade alheia e também não sei mais ser feliz. Não sei ser de mentira, mas não sei mais quem eu sou de verdade.

Sabe aquele clichê todo que as pessoas vivem dizendo, de não se reconhecerem no espelho? Sim, bem, a pessoa que olha de volta para mim no espelho, não sou mais eu há anos.

Eu já quis desbravar o mundo e conhecer todo o tipo de gente, já tive todo o tipo de curiosidade e quis fazer charme e interpretar todos os papéis. Já quis ter meu próprio mocinho e ser minha própria heroína. Já quis o amor, os amigos, os sonhos, as viagens, a independência e até a morte.

De alguma forma, ela foi lá, sorriu, mentiu, brincou, omitiu, encantou e levou todos os meus sonhos e esperanças para algum lugar que eu não sei se eu consigo alcançar mais.

Então, me desculpa, seu moço, se todas as minhas frustrações te acertaram de uma vez, mas hoje eu só quero que tudo passe, inclusive, você.

Anúncios

2 comentários sobre “INFELICIDADES: OLHA, SEU MOÇO, É APENAS O QUE EU FAÇO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s