RESENHA: OS 13 PORQUÊS – JAY ASHER.

os-13-porques-capa

SINOPSE:

Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker – uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

MINHAS CONSIDERAÇÕES:

13-porques-600x500

Páginas: 308 • ISBN: 9788508126651 • Autor: Jay Asher • Ano de Publicação: 2009 • Gênero: Ficção • Idioma: Português• Formato: Físico e E-book • Editora Ática.

CLASSIFICAÇÃO: 5 ESTRELAS.

Sim, eu tenho que admitir boa parte do motivo que me levou a ler “Os 13 Porquês”, foi porque ando vendo muita coisa sair sobre o seriado, que a Netflix vai lançar baseado no livro, e eu quero muito ver o seriado e não ficar completamente boiandinho, no enredo. Mas outra parte tão consideravelmente grande, quanto a primeira, foi o fato de “Os 13 Porquês”, ter uma sinopse bastante intrigante e a capa mais incrível e que eu tenho que, U-R-G-E-N-T-E-M-E-N-T-E, ter na minha estante (estava barato na Amazon, mas não tão barato assim, e como eu disse anteriormente: #falidaestou).

Esse normalmente não é meu tipo de livro, e não tô falando sobre gêneros não, tô falando sobre todo esse suspense do começo ao fim que me enche de ansiedade e quase ataca a gastrite. No qual, a trama te pega e envolve direitinho em torno do mindinho e que se você for dormir (e no caso, conseguir, porque tá com a cabeça a mil), você vai sonhar com a coisa toda e ficar se perguntando ‘como’ e os ‘porquês’. Daí acaba pulando todas as páginas e indo logo para o final, mas no caso desse livro, quando eu cheguei lá, ele praticamente riu e disse: Há, boa tentativa!

Hannah, a personagem principal, está morta. É isso, bem assim, logo de cara e imutável.

E de alguma forma o pacote com as fitas cassete que Clay Jensen recebeu logo depois de chegar em casa, alguns dias depois do ocorrido, afirma que, de alguma forma, ele é um dos responsáveis por ela ter tirado a própria vida.

Ele não pode acreditar, ou se lembrar de algo que tenha feito, que possa justificar estar envolvido com o suicídio da garota. Ele tem isso concreto em sua mente: Ele não pertence a essa lista.

E a gente, pelo menos, eu, fica torcendo para que ele, não pertença mesmo.

maxresdefault

Depois de colocar a primeira fita, ele se vê preso na voz da garota que um dia, ele esteve apaixonado, e que de alguma forma, o culpa. Então, ele se pega vagando por todos os lugares citados por ela, nas fitas, ansiando e temendo o momento em que seu nome surgirá em uma das fitas.

Eu sei, eu sei, tudo isso tá escrito na sinopse e não ajuda em muita coisa.

No desenrolar dos acontecimentos da fita, mesmo que possamos ter uma ideia, a gente descobre que Hannah, foi vítima de bullying.

Mas, Ana, eu li o livro e ele não disse nada disso!

Não, mas me diz uma coisa, como é que não é bullying se as pessoas inventam boatos sobre você, te estereotipam, inventam todo tipo de inverdades sobre você e não te respeitam, tanto emocional, como fisicamente?

E com Hannah, foi pior, porque foram uma série de eventos, cada um mais desastroso que o outro que a levaram a desistir de tentar, e ela tentou. (Ok, eu tô defendendo ela, mas acho que ela poderia ter tentado ainda um pouco mais, só um pouco, e não feito certas coisas, eu não sei).

E Clay gostava dela, mas devido a todas essas inverdades que diziam sobre ela, ele não acreditava que tinha uma chance real com ela, que ela estava em nível meio que inatingível para ele.

E, mais importante que tudo (e o que mais me deixava desgraçada da cabeça): Clay era um cara bom! Com o decorrer dos eventos nada ruim aparecia sobre ele. Ele inclusive não mentia para os pais, ou ia para festas e ele ESTUDAVA durante os finais de semana. Então como em nome dos deuses, ele poderia, de alguma forma estar naquela lista?

Se eu fosse uma dessas pessoas que come unha, as minhas estariam todas nos cotocos, agora mesmo. Mas, eca! Não, eca.

Tenho que vergonhosamente, admitir que, como ela não teve funeral (que foi realmente o único motivo, para encobrir minha síndrome literária de conto de fadas), fiquei ali torcendo para na décima terceira fita, ela dizer algo como: Ahá, seus idiota, tô viva e rica, sei lá, no Havaí e vou expor todos vocês em rede nacional! Então, ela e Clay, poderiam ter seu felizes para sempre. Porque eu sou bem idiota assim, às vezes.

13-porques-fb

É, mas já adianto que foi isso que aconteceu não.

Então, vamos focar de novo na história.

Os 13 Porquês, no meu, ponto de vista é um aviso, um grito de socorro, um pedido de ajuda e uma mão estendida. Faz a gente refletir sobre as ações da personagem, sobre tudo que poderia ter sido feito diferente, sobre quantas maneiras, e em que oportunidades ela poderia ter pedido ajuda. Se é que ela poderia ter pedido ajuda, do jeito que estava.

É um aviso, para pais, familiares, amigos, professores. É o tipo e livro que todo mundo deveria ler.

Depressão e Suicídio são aqueles tipos de assuntos tabus, aqueles que ninguém quer discutir sobre. Ainda mais na adolescência. Porque adolescente não tem isso não, né? A vida deles é boa, feliz e descomplicada demais para sequer sugerir que eles possam estar passando por isso, não é? E se um deles sugerir, ou chegar a isso, com toda a certeza que é exagero, ou queria chamar a atenção. Provavelmente foi por motivo fútil, não é verdade?

Deus nos livre de levar os adolescentes a sério.

Sinceramente, um grande DANE-SE para todos vocês que pensam assim!

Não dá pra ficar esperando acontecer o pior para só pensar e discutir sobre isso depois! A pior parte é que mesmo depois de acontecer, as pessoas não falam sobre isso! Eu não sei qual o problema das pessoas, mesmo. E infelizmente não dá pra fazer todo mundo ser mais racional, menos babaca (ou lobotomizar todo mundo).

Pra vocês jovens e não-jovens também: Não é errado se sentir profundamente triste com algo, mas, MAIS IMPORTANTE, NÃO É ERRADO PEDIR AJUDA SE VOCÊ ACHA QUE PRECISA! PEÇA AJUDA, MAS NÃO GUARDE PARA VOCÊ. A gente vê as coisas mais absurdas todos os dias, não dá nem pra mencionar ou parar pra analisar tudo sem enlouquecer, mas não carregue o fardo sozinho.

Procurem ajuda, não desistam de vocês mesmos. Vocês, CADA. UM. DE. VOCÊS. é IMPORTANTE, cada um. E independente de seus motivos, ou o que quer que os outros digam a vocês, o que você sente e pensa é importante sim.

E pra vocês, adultos, pais, amigos, professores e eteceteras: VOCÊS PRECISAM COMEÇAR A LEVAR OS JOVENS A SÉRIO, A ESCUTÁ-LOS DE VERDADE.

E a todas as pessoas: SEMPRE EXISTE UM CAMINHO, UMA SOLUÇÃO, ALGUÉM QUE VAI SIM TE OUVIR, e se não houver, mesmo se a gente não se conhecer, EU VOU OUVIR VOCÊ, eu tô aqui sempre pra qualquer um, independente do que quiser dizer. Eu sei, melhor do que ninguém, que às vezes, a vida é uma grande porcaria e que parece não ter jeito, e que desabafar, parece não ser grande coisa, mas é sim, ajuda, ajuda mesmo. Eu prometo a vocês.

E agora que eu já botei todo mundo na bad, vamos dar uma olhada no trailer da série, que eu já estou aguardando ansiosamente:

Então, parece que agora toda resenha que eu faço acaba se parecendo com aqueles textos de utilidade pública no final, mas o que eu posso fazer se os livros tristes, são apenas TÃO maravilhosamente bem escritos?

Agora é esperar que a série seja tão boa quanto o livro.

É isso, acho.

tumblr_static_tumblr_static_eiyfz1a5oeg4s48owkw44gcww_640

Vocês podem apenas ignorar todas as coisas que eu disse e ler Os 13 Porquês de uma vez, que vocês não vão se arrepender.

Cuidem-se, vocês.

Paz ❤

 

Anúncios

2 comentários sobre “RESENHA: OS 13 PORQUÊS – JAY ASHER.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s