RESENHA: WAIT FOR IT – MARIANA ZAPATA.

WFI - CAPA

SINOPSE:

Se alguém alguma vez disse que ser um adulto era fácil, eles não tinham sido um por tempo suficiente.  Diana Casillas pode admitir: ela não sabe o que diabos está fazendo na metade do tempo.

Como ela conseguiu passar os últimos dois anos de sua vida sem matar ninguém é nada menos que um milagre. Ser um adulto não era suposto ser tão difícil.

Com uma casa nova, dois meninos que ela herdou da maneira mais dolorosa possível, um cachorro gigante, um emprego que ela geralmente ama, mais que suficiente de família e amigos, ela tem quase tudo que ela poderia pedir.

Exceto por um namorado.

Ou um marido.

Mas quem precisa de um desses?

MINHAS CONSIDERAÇÕES:

wfi 3

Páginas: 670 • ASIN: B01N2RJFW1 • Autor: Mariana Zapata • Data de Publicação: 06 de Dezembro de 2016 • Gênero: New Adult • Idioma: Língua Inglesa • Formato: E-book • Você encontra na Amazon.

CLASSIFICAÇÃO: 5 ESTRELAS.

 

Está oficialmente decidido: Amo a Zapata!

Todas as histórias dela, são surpreendentes, e, todos os personagens que você ama, dos outros livros, aparecem, em algum momento.

Só isso deveria bastar para todo mundo ir lá e amar ela infinitamente. Mas, não, segurem-se, que tem mais:

Ela escreve livros únicos! Isso mesmo! Ú-N-I-C-O-S!

E o fato deles todos serem únicos, só aumenta a vontade de ler mais sobre cada história!

E não acabou!

Todas as histórias fogem do usual: mocinha-encontra-mocinho e boooom!

Então, eu meio que estou tentando vender a Zapata para o mundo, mesmo.

Eu não achava que ela pudesse me fazer amar outra história dela, tanto quanto, amei Kulti, mas ela conseguiu. Wait For It, me fez cair de amor logo nas primeiras linhas, porque, apenas, como não amar Louie?

Diana Casillas (sim, ela está relacionada com a Sal), acabou de se mudar com os sobrinhos para uma nova cidade. Ela é a guardiã legal dos meninos, desde que eles perderam os pais, e ela tenta dar o melhor dela para cuidar dos meninos. Então, logo depois de se mudar, ela acorda, com seu filho/sobrinho, Louie, em sua cama, dizendo que não consegue dormir, por causa de alguma discussão que está ouvindo na rua e não o deixa dormir. E nesse momento a gente tem um vislumbre de quão louca ela é, porque, depois der ver que um homem, possivelmente, um de seus vizinhos, está apanhando de três outros homens na rua, ela pega o bastão de basebol de seu sobrinho, Josh, e sai para fora para defende-lo. E depois disso, não tem como não gostar dela até o fim, porque, apenas, que louca (o que não é tão verdade assim, já que a personalidade dela já tinha me feito adorar ela, logo de cara).

Então, ela conhece Dallas, seu vizinho, e irmão do cara muito rude que ela ajudou naquela noite. Ele também era o cara quente que ela viu seminu enquanto ajudava o cara todo arrebentado para dentro de casa, e o futuro treinador de Josh.

WAIT FOR IT.jpg 2

Dallas, parece também ter algum problema muito sério com ela. Ele de alguma forma, acredita que Diana está dando em cima dele, e ele, bem, é casado. Então, Diana, tem uma conversa, muito esclarecedora com ele, usando argumentos do tipo “você não é meu tipo” e “ acho que posso manter minhas mãos para mim mesma”. Já que ela não estava realmente dando em cima dele. Até porque, como ela poderia mesmo, começar a pensar em ter um homem em sua vida depois de seu último relacionamento? Ainda mais, com os meninos, e as crescentes alfinetadas de sua mãe sobre como ela poderia não ser a pessoa mais apta a criar os meninos.

Dallas e Diana, conseguem entrar em um tipo de acordo, para serem amigos, e em pouco tempo ele está sempre lá para ajudar ela e aos meninos. (Sim, ela consegue manter as mãos dela para si mesma, e ainda ressalta isso em cada oportunidade que tem.)

Mas, tudo é completamente platônico, porque Dallas, nunca trairia a “esposa”, e Diana nunca tentaria nada com um homem casado.

Eu acho grande a maneira como a Zapata desenvolve a trama dela. Todos os relacionamentos dos personagens nunca parecem superficiais. Você não tem que ficar se perguntando de onde surgiu o amor entre eles, o carinho, a confiança e a amizade entre os dois, porque deu tempo de ver tudo acontecendo. Não foi algo que surgiu do nada, não foi uma paixão instantânea. É tudo muito bem construído, tudo muito bem costurado, para não deixar furo nenhum. Assim, como todos os personagens dela, Dallas e Diana construíram uma amizade, antes de qualquer outra coisa, passaram por algumas situações juntos que dá uma certa profundidade para a relação deles. E isso fez com que eu me apaixonasse de vez pela escrita dessa mulher.

“Havia um monte de coisas sobre o amor que você só poderia aprender depois que você encarasse o tipo real. O melhor tipo não era essa coisa suave, doce de corações e piqueniques. Não era florido e divino.
O amor verdadeiro era corajoso. O verdadeiro tipo de amor nunca desiste. Alguém que te amava iria fazer o que é melhor para você; eles se levantariam por você e fariam sacrifício. Alguém que te amava iria enfrentar qualquer inconveniente de bom grado.
Você não sabe o que é amor até alguém estar disposto a desistir do que ele mais ama por você.”

Me fez ver que assim como, alguns outros grandes autores, não foi uma coisa de um livro só. Que qualquer coisa que eu pegar dela para ler, vai ser coerente, interessante, e vai me fazer criar um amor sem fim pelos personagens, mesmo os mais ásperos, e até mesmo, um tanto, quanto babacas.

E a história não aborda só a relação dos dois, fala muito sobre a posição de Diana como uma tia que de repente, se vê no papel de mãe, de duas crianças, uma que teve que mudar a vida toda, por amor aos dois. Passou de uma jovem relativamente despreocupada, para ter que se preocupar em construir o caráter de dois meninos incríveis. E tem que passar pelas mais diversas situações por ser jovem. Como se não fosse uma adulta de verdade, e os outros adultos, tivessem o direito de julgar se ela faz o certo ou errado. Acho que o fato dela se preocupar se estava fazendo o certo com eles e se era a melhor pessoa para cuidar dos dois, já diz tudo sobre isso.

WFI - 2

A autora trouxe para o universo de Wait For It, personagens como, Vanessa e Aiden, de The Wall Of Winnepeg and Me (que se você leu, já conhece Diana de lá, como a melhor amiga de Vanessa), Trip, que aparece em Under Locke (e se você prestar atenção vai perceber que Iris e Dex aparecem também), e por último, mas nem por isso, menos importante, aparecem também a Salamandra e o Salsichão, também conhecidos, como Sal e Kulti (Sal é prima de Diana).

O que eu posso dizer pra vocês? A tropa toda está reunida!

Agora, só duas coisas que eu ainda não sei e gostaria muito de saber:

  • Porque o irmão de Dallas, estava apanhando? Ele vai mudar para melhor?
  • Qual o passado obscuro do noivo de Ginny? Existe um livro sobre o qual eu precise saber? (Provavelmente.)

A segunda pergunta, foi mais uma falta de pesquisar mesmo, mas gostei demais de como tudo terminou. É mais um desses livros que não importa a quantidade de páginas, você sempre vai querer ler um pouco mais, com uma das melhores mocinhas de sempre.

Incrível, Zapata! Você arrasa!

Leiam, pessoas, garanto que vocês não vão se arrepender 😉

Cuidem-se, vocês.

Paz ❤

 

Anúncios

2 comentários sobre “RESENHA: WAIT FOR IT – MARIANA ZAPATA.

  1. Mayara Tashiro disse:

    Sou apaixonada pelos livros da autora, e esse é incrível! Ele junta os outros dois livros da autora sem a pretensão de série, o que é maravilhoso. Eu odeio livros únicos, mas os dela são bem desenvolvidos, não há uma “correria” pra fechar. Ela faz ao seu próprio tempo e nesse ela focou muito na protagonista, que estava passando por muitas coisas mesmo, e depois no casal. Eu amei tudo, mas sinto que alguns personagens precisam de suas próprias estórias também. Você não acha?
    Bjs, May.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s