RESENHA: THE BIRD AND THE SWORD – AMY HARMON.

capa-the-bird-and-the-swordSINOPSE:

“Engula, Filha, coloque para dentro essas palavras que pairam em seus lábios. Tranque-as profundamente dentro de sua alma, esconda-as até elas terem tempo para crescer. Feche sua boca sobre o poder, não amaldiçoe, não cure, até chegar a hora. Você não falará e não cantará, você clamará pelo céu ou o inferno. Você aprenderá e você prosperará. Silêncio, filha. Mantenha-se viva. ”

O dia em que minha mãe foi morta, ela disse ao meu pai que eu não falaria novamente, e ela lhe disse que se eu morresse, ele morreria também. Em seguida, ela previu que o rei trocaria sua alma e perderia seu único filho para o céu.

Meu pai deseja o trono, e ele está esperando nas sombras que todas as palavras de minha mãe venham a acontecer. Ele quer desesperadamente ser rei, e eu só quero ser livre.

Mas a liberdade exigirá uma fuga, e eu sou uma prisioneira da maldição de minha mãe e da ganância de meu pai. Eu não posso falar ou emitir um som, e eu não posso empunhar uma espada ou enganar um rei. Em uma terra repleta de encantamento, o amor pode ser a única mágica que resta, e quem poderia amar… um pássaro?

MINHAS CONSIDERAÇÕES:

the-bird-and-the-sword-01

Páginas: 336 • ISBN: 9781533134134 • Autor: Amy Harmon • Data de Publicação: 06 de Maio de 2016 • Gênero: Romance/ Fantasia • Idioma: Língua Inglesa • Formato: E-book • Você encontra na Amazon e afins.

CLASSIFICAÇÃO: QUEM FOI QUE INVENTOU ESSA COISA DE APENAS 5 ESTRELAS? SÉRIO, 5 É MUITO POUCO!

Gente o que é essa mulher?

Eu já amava os livros dela, o livro da Blue, o da Bonnie e do Clyde e o do Ambrose, cada um diferente e surpreendente entre si, mas todos seguindo uma linha de personagens ‘reais’, com dramas extremamente possíveis e tudo o mais, então eu não botava tanta fé em The Bird and The Sword, na verdade só de pensar em iniciar a leitura dele me dava uma certa preguiça.

Mas assim que eu adentrei no mundo de Lark, eu não conseguia parar de ler. O livro prende a gente de uma tal forma, que eu fiquei realmente perdida na história e extremamente encantada.

O que não deveria me surpreender tanto, já que todos os livros que eu li da Amy me prenderam pra caramba.

the-bird-and-the-sword-02

O universo de The Bird and the Sword é baseado em um mito da criação onde Deus havia criado primeiro as palavras e usando elas, criou todo o resto. Em seguida, criou dois filhos e duas filhas, a cada criança ele ofereceu uma palavra que dava a ela uma habilidade especial, um dom. Uma filha, tinha a palavra: Spinner, a qual servia para transformar coisas em ouro. A outra tinha como palavra: Teller, que dava a ela o poder de prever as coisas que iam acontecer. A um filho foi dada a palavra Changer, na qual ele poderia se transformar em qualquer animal e ao último filho foi dada a palavra Healer que lhe dava a habilidade de curar seus irmãos e irmãs. E essa história, assim como tantas outras acabou com um final trágico, onde quem possuísse esses dons que foram passados de geração para geração teriam que escondê-los a fim de continuarem vivos.

Lark, possui um desses dons. Sua mãe possuía também, era uma Teller, e foi morta na frente da filha, por algo inocente que a pequena havia feito, e como consequência de algo que a mãe havia profetizado, nunca mais falou.

O pai da menina a repudiava e a escondia de todas as maneiras que podia, até que um dia em uma de suas escapadas do castelo para o bosque ela se depara com um grande pássaro ferido, quase à beira da morte e adormece tentando acalmar sua dor e sofrimento. Ela acaba sendo levada embora de sua casa, pelo filho do rei que matou sua mãe, logo em seguida. Sem que ninguém se dê conta Lark, salva o rei e boa parte de seus soldados na volta para seu castelo.

tbats-quote

Já no castelo, Tiras acaba dando a Lark, todas as palavras que lhe foram roubadas. Ela ainda não pode falar, mas ao ensinar a garota a ler e escrever, ela recebe uma arma poderosa, capaz de ajudar a salvar todos e a si mesma.

O que era para ser uma espécie de rapto acabou dando a Lark a liberdade que ela desejava.

“Eu tenho todo o poder, mas você vai me destruir. ”

“Apenas suas paredes, Lark.”

Mas nada é tão simples, porque existem os senhores de Jeru, incluindo o pai de Lark, que querem Tiras fora do trono, já que ele não é um rei tão rigoroso como seu pai fora, e vão fazer o que puderem para conseguir ele fora. O que pode não ser a coisa mais complicada do mundo, já que o rei tem seu próprio segredo, que pode acabar com ele. Só que ninguém conta com as pequenas intervenções de Lark.

Acho que não preciso dizer que Lark, vai amolecer o coração do Rei Tiras, nem que vai rolar um episódio de “seja sua própria heroína”. Porque sim, vai. Mesmo, ela sendo e parecendo, toda pequena, inocente e frágil (e na maior parte do tempo, senso isso tudo mesmo), ela muito teimosamente vai botar tudo pra quebrar.

“Eu não sou uma espada! Eu não sou uma arma. Eu não quero ser uma arma! ”

“Você é o que você é. Eu sou o que sou. Pouco importa o que queremos.”

Tenho que dizer pra vocês que pra dez pensamentos de elogios que surgem pra eu definir a trama, surgem mais dez de repreensões que dizem: Não sei como você parece tão surpresa! Porque eu jurava que não era meu tipo de história, que eu não ia gostar real e ia acabar abandonando a leitura. Mas acabei achando toda a trama tão bem amarrada, os cenários tão bem descritos, os personagens, mesmo os pequenos, tão bem estruturados e críveis que eu precisava loucamente de mais da história. Ou algo o mais próximo o possível daquele universo todo pra me entreter, e sim, por um acaso bem louco do destino, no dia seguinte, mais por acaso ainda peguei um episódio já começado de GOT e fiquei viciada logo de cara.

the-bird-and-the-sword-04

E ok, eu confesso que as semelhanças são bem poucas, mas amenizou um pouco o sentimento de abandono que o final da leitura trouxe até mim.

Lark e Tiras tinham tudo para serem errados um para o outro, para se odiarem e contra todas as possibilidades (e pelas mãos e mente muito habilidosa de dona Harmon), se apaixonaram lindamente.

The Bird and the Sword, é mágico e lindo.

E inesperado.

E o mais doce.

Então, talvez, não o mais doce, a aspereza do Tiras, dá uma equilibrada nas coisas.

É um romance de fantasia cheio de ensinamentos sobre ser forte, persistente, confiar em si mesmo e matar seus próprios malditos dragões.

(Acho que eu sempre arrumo um jeito de usar derivados dessas afirmações nas resenhas.)

“Você não precisa de asas para voar”

“O que você precisa, filha? ”

“Palavras.”

Ah, e eu já ia me esquecendo, a sinopse me enganou completamente nessa coisa de pássaro, fiquei esperando a Lark sair voando o livro todo, mesmo (não riam).

E pra terminar, eu só queria dar uma suplicada pra alguém (EDITORAAAAS!), pelo amor dos sóis (esse é o plural de sol, né?), publicar esse livro no Brasil, e por favor com essa mesma capa, pra ontem, só pra eu poder ficar abraçada com ele com sorriso muito pouco lúcido de contentamento no rosto ❤

the-bird-and-the-sword-03

Sensacional é uma palavra muito pequena pra descrever a grandeza desse livro, apenas, pessoas, leiam esse livro, tipo, pra ontem!

É isso.

Cuidem-se vocês.

Paz ❤

 

VEM VER: COLLEEN HOOVER DIVULGA PÔSTER DE CONFESS!

Abaixem-se que, tão obviamente é tiro!

Essa semana a CoHo divulgou em suas redes-sociais o pôster da série baseada em seu livro Confess (LEIA A RESENHA AQUI). Livro esse, que tem previsão para ser publicado aqui no Brasil, no segundo semestre desse ano, pelo selo Galera Record, da Editora Record.

Mas, voltando a falar da série, porque obviamente, devemos muito falar sobre ela, ela conta com os atores Katie Leclerc (Switched at Birth) e Ryan Cooper (One Life to Live) no elenco, que interpretarão os protagonistas da trama: Auburn ReedOwen Gentry (OMG). A série está prevista para estrear no site go90, na primavera nos EUA, que ocorre entre os meses de Março e Junho.

confess-poster

Confira a sinopse do livro:

Auburn Reed, uma mulher que tem toda sua vida desenhada. Seus objetivos estão traçados e não há espaço para erros. Mas quando ela entra em um estúdio de artes em Dallas procurando por um trabalho, ela descobre uma profunda atração pelo enigmático artista que trabalha no local, Owen Gentry.
Pela primeira vez, Auburn se arrisca e deixa seu coração falar mais alto, somente para descobrir os segredos de Owen. A magnitude do passado do artista ameaça tudo que é importante Auburn, e a única maneira de tomar sua vida de volta é tirar Owen dela.
A última coisa que Owen quer é perder Auburn, mas ele não consegue convencê-la que a verdade às vezes é uma arte subjetiva. Tudo o que ele pode fazer para salvar seu relacionamento é confessar. Mas nesse caso, a confissão pode ser muito mais destrutiva do que o pecado atual…

O pôster ficou lindo, só nos resta esperar ansiosos e torcer pra que seja tudo o que a gente imagina e ainda melhor ❤

RESENHA: OS 13 PORQUÊS – JAY ASHER.

os-13-porques-capa

SINOPSE:

Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker – uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

MINHAS CONSIDERAÇÕES:

13-porques-600x500

Páginas: 308 • ISBN: 9788508126651 • Autor: Jay Asher • Ano de Publicação: 2009 • Gênero: Ficção • Idioma: Português• Formato: Físico e E-book • Editora Ática.

CLASSIFICAÇÃO: 5 ESTRELAS.

Sim, eu tenho que admitir boa parte do motivo que me levou a ler “Os 13 Porquês”, foi porque ando vendo muita coisa sair sobre o seriado, que a Netflix vai lançar baseado no livro, e eu quero muito ver o seriado e não ficar completamente boiandinho, no enredo. Mas outra parte tão consideravelmente grande, quanto a primeira, foi o fato de “Os 13 Porquês”, ter uma sinopse bastante intrigante e a capa mais incrível e que eu tenho que, U-R-G-E-N-T-E-M-E-N-T-E, ter na minha estante (estava barato na Amazon, mas não tão barato assim, e como eu disse anteriormente: #falidaestou).

Esse normalmente não é meu tipo de livro, e não tô falando sobre gêneros não, tô falando sobre todo esse suspense do começo ao fim que me enche de ansiedade e quase ataca a gastrite. No qual, a trama te pega e envolve direitinho em torno do mindinho e que se você for dormir (e no caso, conseguir, porque tá com a cabeça a mil), você vai sonhar com a coisa toda e ficar se perguntando ‘como’ e os ‘porquês’. Daí acaba pulando todas as páginas e indo logo para o final, mas no caso desse livro, quando eu cheguei lá, ele praticamente riu e disse: Há, boa tentativa!

Hannah, a personagem principal, está morta. É isso, bem assim, logo de cara e imutável.

E de alguma forma o pacote com as fitas cassete que Clay Jensen recebeu logo depois de chegar em casa, alguns dias depois do ocorrido, afirma que, de alguma forma, ele é um dos responsáveis por ela ter tirado a própria vida.

Ele não pode acreditar, ou se lembrar de algo que tenha feito, que possa justificar estar envolvido com o suicídio da garota. Ele tem isso concreto em sua mente: Ele não pertence a essa lista.

E a gente, pelo menos, eu, fica torcendo para que ele, não pertença mesmo.

maxresdefault

Depois de colocar a primeira fita, ele se vê preso na voz da garota que um dia, ele esteve apaixonado, e que de alguma forma, o culpa. Então, ele se pega vagando por todos os lugares citados por ela, nas fitas, ansiando e temendo o momento em que seu nome surgirá em uma das fitas.

Eu sei, eu sei, tudo isso tá escrito na sinopse e não ajuda em muita coisa.

No desenrolar dos acontecimentos da fita, mesmo que possamos ter uma ideia, a gente descobre que Hannah, foi vítima de bullying.

Mas, Ana, eu li o livro e ele não disse nada disso!

Não, mas me diz uma coisa, como é que não é bullying se as pessoas inventam boatos sobre você, te estereotipam, inventam todo tipo de inverdades sobre você e não te respeitam, tanto emocional, como fisicamente?

E com Hannah, foi pior, porque foram uma série de eventos, cada um mais desastroso que o outro que a levaram a desistir de tentar, e ela tentou. (Ok, eu tô defendendo ela, mas acho que ela poderia ter tentado ainda um pouco mais, só um pouco, e não feito certas coisas, eu não sei).

E Clay gostava dela, mas devido a todas essas inverdades que diziam sobre ela, ele não acreditava que tinha uma chance real com ela, que ela estava em nível meio que inatingível para ele.

E, mais importante que tudo (e o que mais me deixava desgraçada da cabeça): Clay era um cara bom! Com o decorrer dos eventos nada ruim aparecia sobre ele. Ele inclusive não mentia para os pais, ou ia para festas e ele ESTUDAVA durante os finais de semana. Então como em nome dos deuses, ele poderia, de alguma forma estar naquela lista?

Se eu fosse uma dessas pessoas que come unha, as minhas estariam todas nos cotocos, agora mesmo. Mas, eca! Não, eca.

Tenho que vergonhosamente, admitir que, como ela não teve funeral (que foi realmente o único motivo, para encobrir minha síndrome literária de conto de fadas), fiquei ali torcendo para na décima terceira fita, ela dizer algo como: Ahá, seus idiota, tô viva e rica, sei lá, no Havaí e vou expor todos vocês em rede nacional! Então, ela e Clay, poderiam ter seu felizes para sempre. Porque eu sou bem idiota assim, às vezes.

13-porques-fb

É, mas já adianto que foi isso que aconteceu não.

Então, vamos focar de novo na história.

Os 13 Porquês, no meu, ponto de vista é um aviso, um grito de socorro, um pedido de ajuda e uma mão estendida. Faz a gente refletir sobre as ações da personagem, sobre tudo que poderia ter sido feito diferente, sobre quantas maneiras, e em que oportunidades ela poderia ter pedido ajuda. Se é que ela poderia ter pedido ajuda, do jeito que estava.

É um aviso, para pais, familiares, amigos, professores. É o tipo e livro que todo mundo deveria ler.

Depressão e Suicídio são aqueles tipos de assuntos tabus, aqueles que ninguém quer discutir sobre. Ainda mais na adolescência. Porque adolescente não tem isso não, né? A vida deles é boa, feliz e descomplicada demais para sequer sugerir que eles possam estar passando por isso, não é? E se um deles sugerir, ou chegar a isso, com toda a certeza que é exagero, ou queria chamar a atenção. Provavelmente foi por motivo fútil, não é verdade?

Deus nos livre de levar os adolescentes a sério.

Sinceramente, um grande DANE-SE para todos vocês que pensam assim!

Não dá pra ficar esperando acontecer o pior para só pensar e discutir sobre isso depois! A pior parte é que mesmo depois de acontecer, as pessoas não falam sobre isso! Eu não sei qual o problema das pessoas, mesmo. E infelizmente não dá pra fazer todo mundo ser mais racional, menos babaca (ou lobotomizar todo mundo).

Pra vocês jovens e não-jovens também: Não é errado se sentir profundamente triste com algo, mas, MAIS IMPORTANTE, NÃO É ERRADO PEDIR AJUDA SE VOCÊ ACHA QUE PRECISA! PEÇA AJUDA, MAS NÃO GUARDE PARA VOCÊ. A gente vê as coisas mais absurdas todos os dias, não dá nem pra mencionar ou parar pra analisar tudo sem enlouquecer, mas não carregue o fardo sozinho.

Procurem ajuda, não desistam de vocês mesmos. Vocês, CADA. UM. DE. VOCÊS. é IMPORTANTE, cada um. E independente de seus motivos, ou o que quer que os outros digam a vocês, o que você sente e pensa é importante sim.

E pra vocês, adultos, pais, amigos, professores e eteceteras: VOCÊS PRECISAM COMEÇAR A LEVAR OS JOVENS A SÉRIO, A ESCUTÁ-LOS DE VERDADE.

E a todas as pessoas: SEMPRE EXISTE UM CAMINHO, UMA SOLUÇÃO, ALGUÉM QUE VAI SIM TE OUVIR, e se não houver, mesmo se a gente não se conhecer, EU VOU OUVIR VOCÊ, eu tô aqui sempre pra qualquer um, independente do que quiser dizer. Eu sei, melhor do que ninguém, que às vezes, a vida é uma grande porcaria e que parece não ter jeito, e que desabafar, parece não ser grande coisa, mas é sim, ajuda, ajuda mesmo. Eu prometo a vocês.

E agora que eu já botei todo mundo na bad, vamos dar uma olhada no trailer da série, que eu já estou aguardando ansiosamente:

Então, parece que agora toda resenha que eu faço acaba se parecendo com aqueles textos de utilidade pública no final, mas o que eu posso fazer se os livros tristes, são apenas TÃO maravilhosamente bem escritos?

Agora é esperar que a série seja tão boa quanto o livro.

É isso, acho.

tumblr_static_tumblr_static_eiyfz1a5oeg4s48owkw44gcww_640

Vocês podem apenas ignorar todas as coisas que eu disse e ler Os 13 Porquês de uma vez, que vocês não vão se arrepender.

Cuidem-se, vocês.

Paz ❤

 

VEM VER: COMPREI NA AMAZON.

amazon

Isso aí, falida é o que me define. E depois de receber meus livros, o único arrependimento é não ter feito a compra mais cedo e garantido meu exemplar de Fangirl que tá saindo por uma pechincha, mas que agora tá em falta (mãe, pai, família, meu aniversário ta chegando). Mentira, não tá não.

Sério, o Aniversário de 4 anos da Amazon no Brasil, foi/está completamente sensacional. Juro pra vocês que tá tudo muito barato mesmo, nem na Black Friday os preços estavam tão bons.

Eu nunca tinha comprado lá, e super recomendo. Quando eu vi que o prazo de entrega era de uns 10 dias, dei uma desanimada, mas comprei na quarta e entregaram na sexta-feira. O único ponto realmente ruim, é que eles só aceitam cartão de crédito, que nem todo mundo tem, mas de resto, foi uma das minhas melhores compras pela internet e sem nenhuma dor de cabeça. E, eu ganhei, um desconto bem bacana na minha próxima compra.

Essas aqui foram as minhas muito amadas aquisições:

img_20170204_165324278

RAIO DE SOL, Kim Holden. (RESENHA) ❤

NOVEMBRO 9, Colleen Hoover (RESENHA) ❤

NÃO SE ENROLA NÃO, Isabela Freitas (RESENHA DO SEGUNDO LIVRO AQUI).

A VOZ DO ARQUEIRO, Mia Sheridan

Corre lá e dá uma conferida nas ofertas.

[#EUAPOIONACIONAL] – INDICAÇÕES DE JANEIRO.

Eu selecionei apenas algumas histórias.

Tenho que dizer para vocês que fiquei bem decepcionada com as pessoas de um modo em geral. Não todo mundo, porque algumas pessoas se mostraram extremamente generosas e isso me dá um pouco de esperança. Eu não vou ganhar absolutamente nada divulgando ninguém e minha proposta foi bem simples: EU DIVULGO VOCÊ, MAS VOCÊ TEM QUE DIVULGAR ALGUÉM TAMBÉM.

Todo mundo ganha. E não foi bem assim que aconteceu, então, vamos dizer que eu só indiquei algumas pessoas, por critérios diferentes um do outro.

Clicando no título de cada uma, você consegue acessar a história.

1 – SUSANA, A FILHA DE UM VINGADOR.

susan-a-filha-de-um-vingador

A primeira indicação é uma fanfic, e tudo indica que ALTAS EMOÇÕES, já que tem todos aqueles heróis bons demais para ser verdade. E existe uma segunda temporada, confiram a sinopse:

SINOPSE:

Minha vida nunca foi muito normal, sempre me diziam que era mais inteligente que as outras crianças. As escolas sempre me colocaram em series muito mais avançadas para minha idade. Aos 13 anos já cursava a faculdade, mas aos quinze tudo mudou quando conheci um semideus que quase me matou, mas com o tempo acabei me apaixonando por ele e aos 16 uma informação que foi escondida durante minha vida inteira foi revelada e pelas circunstancias fui forçada a fazer uma promessa. E tive que revelar a um Vingador que sou sua filha.

FANPAGEAUTORA

2 – UM SONHO DE PADEIRO.

um-sonho-de-padeiro-7493892-271220162047

É um romance gay, e pela sinopse, só podemos esperar o melhor:

Obs: [+16]. Contém linguagem imprópria e insinuação sexual.

SINOPSE:

Assim que Erick se viu morando sozinho em outro estado, entendeu o que realmente significava ser adulto e trabalhar apenas para pagar as contas – ou às vezes nem isso -, mas para um rapaz forte, decidido e até mesmo bastante ousado, que quando encasquetava com algo não media esforços para obter aquilo, tudo na vida girava em torno de determinação.

Principalmente em relação a relacionamentos.

E sobre isso, a psicologia reversa no amor realmente não foi feita para ele. Quando Erick se encontrava interessado por alguém, não via problemas em chegar junto e tomar a iniciativa, demonstrando de fato todas as suas intenções. Porém, o jovem padeiro que carrega um ego tão elevado que ocasionalmente, acaba o taxando como pouco humilde – coisa completamente sem sentido, pois para Erick, se amar em primeiro lugar está bem longe de ser um defeito -, encontra-se em conflito interno ao se sentir atraído por um cliente comprometido.

AUTORA

3 – ENSAIOS DE BORBOLETAS.

ensaio-de-borboletas-capa

SINOPSE:

Clarissa é uma mulher delicada, sensível e muito afetuosa. Apaixonada por música clássica, não é a toa o seu talento pelo violino. Uma mulher que gosta da tranquilidade e dispensa grandes aventuras. Com uma carreira brilhante, um noivo dedicado e uma família afetuosa, Clarissa vivia completamente feliz com toda essa normalidade.

Entretanto, em um dia como outro qualquer, o cansaço lhe tomou conta e as dores a possuíram. Tocar era impossível, cumprir os papéis de uma mulher era cada vez mais cansativo e a fadiga tornara-se sua amiga mais fiel.

Prestes a enlouquecer por não dar conta de conviver com a doença, a família decide interná-la em uma clínica psiquiátrica, o que acaba por aumentar ainda mais a sua indisposição e a sensação de que todos a abandonaram.

Durante um bom tempo de tratamento sem sucesso e desistência de muitos médicos diante do caso, Clarissa tem como passatempo, a janela de seu quarto, composta por um lindo jardim rodeado de borboletas.

Em uma dessas contemplações, a visita de um novo psiquiatra, um tanto peculiar e considerado por Clarissa como o pior de todos, fará com que a jovem descubra muito mais sobre si e as pessoas a sua volta, além de dar os primeiros passos para sair de seu casulo.

Embarque nessa emocionante história entre a dor e o amor e escolha o que lhe permita voar.

AUTORA |  FACEBOOK

4 – MAR DE TUBARÕES.

mar-de-tubaroes-capa

SINOPSE:

Ela não sabia nadar, mas saiu da água domando as feras do mar.”

Annie Snows é uma jovem de dezenove anos que mora em Rogers, cidade pacata do estado do Arkansas, EUA. Seus pais são um dos casais mais influentes e ricos do local, mas nada parece ser o que todos costumam ver: faltava amor e harmonia. Annie nunca se importou com o dinheiro da família, sempre vivendo sua vida de forma reservada e sendo o exemplo de filha que todos sempre admiram. No entanto, tudo ameaça mudar quando ela se envolve com o cara mais temido da região: Phillip Kuopus, um jovem de vinte e cinco anos com uma ficha criminal longa. Líder do grupo Tubarões; onde quer que ele vá a confusão é instalada. E por mais que Annie saiba que suas escolhas caminham para dar errado, é nesse bad boy que ela encontra tudo que é certo para sua vida.

Mar de Tubarões te convida a mergulhar de cabeça nesse romance conturbado e cheio de revelações que promete ensinar que o amor só se mostra forte quando todas suas fraquezas são expostas.

AUTORA | FACEBOOK

5 – DAILY TRAIL.

capa-daily-trail

SINOPSE:

“Há algo errado com ela”

Após fazer justiça com as próprias mãos, Barbara Skrlová, uma mulher de vinte e oito anos que sofre de uma rara doença glandular, entra em rota de fuga da polícia francesa, por ser a assassina de sua própria família, uma das mais poderosas de toda a França. Registrando todas as suas façanhas em um misterioso diário, Barbara continua a sua trajetória por vários países, até encontrar Clary Werner, uma futura advogada, mãe dedicada e dona de uma personalidade duvidosa. Mal sabia Clary e toda a sua família, que a pequena mulher que abrigavam em sua própria casa, se tratava de uma assassina esquizofrênica, cujo seu mais usado método de tortura é costurar os lábios de suas próprias vítimas, ainda vivas.

AUTORA

6 – NOVO MUNDO.

novo-mundo-capa

SINOPSE:

“Eu conheci um mundo onde o Destino era o rei, e a Sina a rainha. Onde a Treva era uma com a Luz, e não havia ninguém que os separasse, talvez. Onde a Insanidade se apaixonou pela Sapiência, e aquele louco nunca mais a sua esposa viu. Onde o Bruto se juntou com a Calmaria, e juntos forjaram as armas que regem as nossas vidas.

Eu conheci um mundo que caiu nas mãos da Desventura, e se ajoelhou diante dela, a chamando de ‘minha rainha’. Mundo este que, ironicamente, serviu a cinco escravos: a Morte, o Desespero, a Discórdia, a Sensualidade, e a Demência.

Eu conheci um mundo forjado com a essência daqueles seres que nele viviam, eram esplêndidos, temíveis e até inimagináveis; coisas que geralmente não se via por aqui. E estes seres tinham coragem; aquela que usamos para dar o estopim à uma jornada. Eles tinham medo; desistindo na primeira passada, antes até mesmo de rolar o dado naquele jogo doentio. Mas além de tudo, eles tinham uma essência, que normalmente muitos chamam de alma, e outros de consciência; porém, eu chamaria apenas de existência. Lembrando-me das palavras de uma garota que dizia: ‘Enquanto eu existir, lutarei contra a desventura!’.

Eu conheci um mundo… Possivelmente aquele era um lugar que deve ser lembrado a cada era, e é por isso que esta história eu vim contar. Mas calma… Esta não é a minha história, mas sim de outros… A história dos seres deste Novo Mundo.”

AUTOR

7 –  A CORTE DA GANÂNCIA.

a-corte-da-ganancia-capa

SINOPSE:

Com o fim da Guerra se aproximando Yan Da sabe que Yong Kong Shi poderá morrer e temendo perde lo ela decide fazer um sacrifício em troca da vida dele. Mais Yan Da sabe que a Xue não aceitaria qualquer sacrifício, ela teria que sacrificar o que lhe era mais importante…

As memórias que o mesmo possui dela e ao fazer o sacrifício Yan Da se veria em uma guerra por poder que explodiria entre aquelas paredes de gelo e assumiria a forma de mulheres dispostas a tudo por poder…. Até onde você seria capaz de ir por poder?

AUTORA |FACEBOOK 

8 – PORTÕES DA MORTE.

portoes-da-morte

SINOPSE:

“Entre fichas criminais e segredos fraternos, Jake e Daniel levam uma vida difícil em Nova York. Após a morte da mãe adotiva, os dois temem ser separados. Os irmãos mergulham em investigações e planos de fuga ao perceberem que estão sendo observados. Às vezes é melhor não saber a verdade.”

A Série Altair mistura ingredientes da fantasia com um modo-de-preparo da ficção científica, com muito suspense e temática LGBT! O projeto de uma série de trilogias escritas por Mariana Rezer e ilustradas por Julia Jacob Mori. A primeira, chamada Os Sete Guardiões, estreia com o livro em andamento: Portões da Morte.

AUTORA | FANPAGE  GRUPO 

Ok, agora, as próximas histórias, são indicações minhas, histórias que eu acompanhei já há algum tempo.

9 – O ASTRO PORNÔ.

OBS: – Apenas 6 capítulos para degustação. O livro será lançado em mídia física na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, pelo selo Métrica, editora Tribo das Letras. A-GUAR-DEM!

o-astro-capa

SINOPSE:

“O que fazer quando uma proposta lhe é feita e por um simples impulso, você a aceita?”

Emma Glislow é uma mulher de vinte e dois anos. Cursa faculdade de odontologia, ama ler e é apaixonada por seu noivo, Frederick. Tudo em sua vida sempre foi perfeito e em ordem, até que seu noivo a trai de forma descarada.

Seu mundo magnífico é destruído em um segundo, enquanto ela passa uma semana inteira trancada no quarto, sem falar ou ver ninguém.

Quando finalmente resolve sair da foça, uma noite de bebedeira e balada com sua melhor amiga parecia ser o lance perfeito para tirar da cabeça, a cena de seu noivo trepando com uma vadia.

Mas o que ela não sabia, era que em meio a essa noite superdivertida, uma proposta lhe seria feita e em meio a todas as tequilas e margueritas ingeridas por ela e sua amiga, ela aceitaria e assinaria um contrato.

O contrato que a colocaria de cara com o maior astro pornográfico do momento.

AUTORA | FACEBOOK

10 – O ASSASSINO.

Que eu particularmente, acho que todo mundo deveria ler, por que eu fiquei super vidrada e não parei de ler até o fim. É uma das minhas histórias favoritas da vida! L-E-I-A-M!

o-assassino-capa

SINOPSE:

Neste livro de romance e mistério, Maria é obrigada a se mudar para a pacata cidade de Passaredo. Mas, ao encontrar uma rua abandonada da qual todos parecem ter medo, descobre sobre o brutal assassinato de uma jovem há dez anos, que teria sido morta pelo próprio marido, que hoje vive trancado em um castelo na misteriosa Rua Londrina. Maria acaba se aproximando do possível assassino, Inácio Edenhal, e a partir daí todos à sua volta começam a ser atacados e ela passa a ser perseguida, ter pesadelos com uma mulher que pede que ela a liberte do castelo, e sua família começa a receber bilhetes insinuando a aproximação de Maria com o assassino. Ignorando tudo o que acontece a sua volta, e o risco que passa a correr, ao se apaixonar por ele, Maria decide ir até o fim e provar para todos e para ela mesma que ele é inocente.

AUTORASITE + INFORMAÇÕES

Lembrando que a maioria dos autores tem mais histórias em seus perfis, e todas elas merecem uma chance.

Vou postar uma lista de autores e histórias todos os meses, você pode indicar suas histórias NESTE POST!

Então, é isso, a maioria das histórias ainda está em andamento, então adicionem ás suas listas, votem, comentem e compartilhem com os amigos para ajudar os autores, mesmo que você também seja um (G-E-N-E-R-O-S-I-D-A-D-E!).

RESENHA: SORRISOS QUEBRADOS – SOFIA SILVA.

sorrisos quebrados - capa.jpgSINOPSE:

Paola

Perante Deus, o meu marido prometeu me amar.

Cuidar de mim. Ser meu amigo.

Perante todos, disse que me amava. Que íamos ser felizes.

Viver para sempre juntos.

Mentiu em tudo.

Até que um dia, perante mim, ele disse que ia me matar. E não mentiu.

A partir desse dia vivi escondida no meu mundo, até o André aparecer.

André

Não procurava nada. Não queria ninguém.

Não depois de tudo que vivi.

O meu coração estava escondido na escuridão, até a Paola surgir com as suas cores, pintando a minha vida.

Sorrisos Quebrados é um romance colorido entre duas pessoas Quebradas por relacionamentos passados. Uma história de superação dos próprios medos e promessas.

MINHAS CONSIDERAÇÕES:

sq

Créditos: Ilustrações: Ahmad Illustrations | Desenho: Mariana Nobre Costa.

Páginas: 286 • ISBN: B010PHTR62 • Autor: Sofia Silva • Data de Publicação: 06 de Dezembro de 2016 • Gênero: Drama/ Romance • Idioma: Português • Formato: E-book • Você encontra na Amazon.

CLASSIFICAÇÃO: 5 FANTÁSTICAS ESTRELAS.

“A ideia que durante o dia nunca nada de mal acontece, pois os vilões só saem quando o sol se põe, é a mais vil das mentiras.”

Qualquer coisa que eu disser para contradizer o fato de que o que me chamou atenção para ler esse livro, foi que todo mundo estava lendo, vai parecer mentira. Então, é isso aí mesmo, tava todo mundo lendo e comentando (coisas que eu me recusei a ler), sobre Sorrisos Quebrados, e eu fiquei bem curiosa para saber do que se tratava todo aquele alvoroço.

E, AI MEU DEUS.

Esse livro, essa capa, essas ilustrações, mas acima de tudo, essas palavras…

Sofia Silva, eu gostaria de te guardar no bolso e te levar comigo para vida toda.

Porque, alguém que consegue expor um problema gravíssimo de forma tão crua e humana, mas que de certa forma, consegue ainda empregar toda essa sensibilidade que parece emanar de cada linha, ponto e parágrafo, merece ser guardada com muito amor.

Mas, como eu desejo que suas palavras voem cada vez mais alto e alcancem todos olhos e ouvidos possíveis, melhor deixar você aí, do outro lado do oceano para emocionar e brilhar cada vez mais.

Sorrisos Quebrados, é um daqueles livros que te quebra um pouco logo no início, sabe? Você quer gritar para a personagem correr mais rápido, olhar para trás, lutar mais forte, ou ainda (nunca pensei que eu ia dizer isso) desistir e ficar.

A melhor parte, porém, é que com todas essas comportas abertas logo no início, você já se prepara para o melhor, para torcer para todo mundo ser feliz, porque você imagina que não tem como ficar muito mais feio que aquilo.

Paola vem de um relacionamento abusivo que praticamente acabou com ela, tanto física, como emocionalmente. No começo, tudo era perfeito, Roberto, era o homem perfeito, e ela era apenas, tão sortuda por ter sido a escolhida por ele. Então os ataques de ciúmes começaram, ela foi se afastando das amigas, da família, de sua arte. E na casa um tanto, quanto isolada onde vivia com seu marido, cães ferozes a guardavam, literalmente.

quote-sorrisos-quebrados

Então, depois que tudo aconteceu, Paola, se encontra vivendo por opção, em uma clínica para pessoas que estão passando por diversas questões, sejam, físicas ou emocionais. A Clínica acabou se tornando seu porto seguro, depois de seis anos, lá, é onde finalmente as coisas estão se ajustando, o lugar onde ela encontrou sua arte novamente.

E é onde ela vai conhecer André e sua filhinha Sol, que também é uma paciente da clínica.

O primeiro contato com o pai da menininha, não poderia ter sido pior. Depois de tudo o que Paola passou e vendo o homem enorme, só consegue pensar no dano que ele poderia fazer a ela e que com todos aqueles músculos, ela não seria capaz de fugir, então, ela entra em colapso.

Já, o encontro com Sol, não poderia ser mais diferente. A menininha que tem problemas de confiança, e de se relacionar com as pessoas, durante a festa de carnaval da clínica, se dá bem imediatamente com Paola, que está fazendo pinturas faciais nas crianças da clínica.

A ligação das duas acaba sendo tão forte que a aproximação de André e Paola acaba sendo inevitável. Ele, mesmo que receoso no início, leva a filha todos os dias para pintar com Paola e uma noite após o que deveria ser sua noite livre, ele acaba indo para a clínica e conversando durante muito tempo com ela, e conseguindo pequenos pedaços de confiança da pintora.

A vida é como as estrelas. Uma bela mentira que, ao contrário de outras, precisamos tentar agarrar com toda a força porque é fugaz. É a mentira mais linda do mundo.

“Só existem essas duas mentiras que podemos aceitar: a vida para aproveitarmos ao máximo e as estrelas para tocar. ”

Então, depois da festa de aniversário da pequena, as coisas dão uma enorme reviravolta.

Roberto roubou muitas coisas de Paola, muito antes do fim. E com pequenos toques e palavras, André acaba entregando a ela, muito do que ela havia perdido, ou achava que havia de errado com ela.

André é um cara incrível, tudo o que ele tem de músculos tem o dobro de gentileza e amor, mesmo quebrado, ele consegue juntar algumas peças que faltavam em Paola, só a filha encantadora que ele conseguiu criar sozinho, diz muito sobre quão bom ser humano ele é.

Mas, porém, e, entretanto, André, tem suas próprias batalhas internas antigas acontecendo. Ele não quer um relacionamento, pois não pode se submeter a entregar seu coração a alguém novamente. Não, depois de tudo o que a mãe de sua filha fez com a menina e com ele próprio.

Então, enquanto apenas uma noite se transforma em algumas noites e uma das partes deixa de fingir, eles acabam se afastando para não prejudicar a ligação mágica e cheia de amor que Paola construiu com Sol.

Enfim… eu não vou contar mais, porque sou dessas…

Eu sei, eu sei, só eu falando tudo isso, não parece grande coisa, mas sabe quando você tá num daqueles dias onde as pessoas enchem tanto a sua cabeça perguntando porque você lê tanto, ou o quê todos esses livros vão te trazer de bom e todos aqueles outros eteceteras, que vão se acumulando sobre você e apenas é muito e começa a se fazer todas essas mesmas perguntas?

Esse livro é um dos porquês. Esse livro é o porquê de eu ler tanto. É o porquê eu amo ler. E quando eu leio livros assim, tudo faz sentido.

sorrisos-quebrados-sofia-silva

Sorrisos Quebrados, é um livro trágico e maravilhoso. Ele mostra toda a beleza que existe na escuridão, todas as cores que podem existir lá, que pode ser lindo.

Mostra toda a força e coragem que existem por trás de uma cicatriz.

E que dá para ser feliz sim.

Que você pode ser livre.

E deve.

Como eu já disse em outro post, na Resenha de It Ends Whit Us, da CoHo, na verdade (leiam), a violência doméstica é um problema silencioso que infelizmente apesar de algumas leis, está presente em milhares de lares todos os dias, por dezenas de motivos diferentes, que não competem a mim, dissecar. Mas que nunca, em nenhuma situação justificam violência contra o outro.

Lembre-se sempre: A CULPA NÃO É SUA. Você é LINDA, INTELIGENTE, FORTE e mais importante que isso, NÃO está sozinha.

PROCURE AJUDA. VOCÊ TEM VOZ SIM. FAÇA ELA SER OUVIDA. GRITE SE FOR PRECISO, MAS NÃO SE DEIXE SUFOCAR.

Se você é uma mulher que está vivendo uma situação de violência ou mesmo conhece alguém que está passando por isso e quer romper com o silêncio, de qualquer lugar do Brasil e a qualquer hora, você pode ligar para denunciar a violência ou pedir orientações.

Central de Atendimento à Mulher

Ligue 180.

Lembre-se: Embora as “Delegacias de Defesa da Mulher” tenham atendimento especializado, você pode denunciar casos de violência em qualquer delegacia comum.

“Todos os dias é um recomeço.
Todos os dias eu renasço.
Todos os dias me levanto.
Todos os dias não desisto.
Todos os dias vivo como se não tivesse
Todos os dias.”

Você arrasa, Sofia! Espero em breve poder ter seu livro nas mãos (LANCEM ESSE LIVRO NO BRASIL NOW, EDITORAS!) e ainda ler muitas outras de suas inspiradoras histórias, que tenho certeza, são tão fantásticas com essa ❤

É isso, pessoas.

Paz ❤